Shada – Douglas Adams & Gareth Roberts (05/2015)

ShadaImpressionante como tudo que tem a marca do Douglas Adams é simplesmente fantástico. E viciante! Shada era um roteiro para a premiada série inglesa de TV Doctor Who, da qual Douglas era produtor e roteirista, mas que nunca chegou a ser levado ao ar (apesar de ter alguns episódios produzidos e gravados).

Shada conta a aventura do Doutor, que desta vez tem que salvar o universo de Skagra, um lunático (como muitos que o Doutor enfrentou ao longo de séculos) que pretende criar a “Mente Universal”. A descrição de Skagra que consta na contracapa do livro já dá uma amostra do que está por vir durante o texto: “Aos 5 anos, Skagra conclui sem sombra de dúvidas que Deus não existia. A maioria das pessoas que chegam a tal constatação reage de uma das seguintes formas: com alívio ou com desespero. Somente Skagra reagiu pensando: ‘Peraí. Isso significa que existe uma vaga disponível.'”

Claro que Adams teve que adptar os textos a uma série de personagens e situações já criadas, o que acabou por limitar um pouco a criatividade, especialmente relativo a algumas tiradas sobre o comportamento humano, tão presente em seus livros.

Como Douglas tinha feito um roteiro para uma série de TV, que é bem diferente de um livro, a missão da adaptação coube a Gareth Roberts, que fez um trabalho fenomenal e conseguiu colocar dentro de um texto fluido, sem nenhuma nota de rodapé, detalhes que em um roteiro são mais explícitos.

Doctor Who talvez seja uma das principais influências do próprio Guia do Mochileiro das Galáxias e é impossível não notar semelhanças entre o Doutor, Romana, Chris e K-9 com Ford Prefect, Trillian, Arthur Dent e Marvin, respectivamente. Aquele típico humor britânico do Guia também é muito presente em Shada e provavelmente deve ser nas demais aventuras do Doutor.

O pior do livro foi que agora eu fiquei com vontade de assistir à série Doctor Who. O problema é que ela está no ar desde 1963 com poucas interrupções. É tanta coisa para ler e para assistir que eu teria que ser um Gallyfreyano para poder ler e ver tudo.

Be happy 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s