Wanderlust #32 – Praga, República Tcheca

Wencelas Square

Wencelas Square

Não tem como não amar uma cidade que cheira a bacon e onde a cerveja é mais barata do que água!

Praga foi uma das cidades que sempre esteve no topo da minha lista de lugares a conhecer. Em 2012 quando estive na Alemanha pela primeira vez a intenção era ir para lá em um final de semana, mas por conta de custos acabei trocando por Varsóvia, bem menos procurada por turistas, mas que é tão bonita e charmosa quanto Praga. Mas desta vez consegui encaixar na programação.

02 Praga - Republica TchecaA cidade é pequena e, apesar de antiga, muito bem conservada. Além de ser muito charmosa. Em praticamente toda a cidade têm se a sensação de que você voltou no tempo e está na idade média. É tão pequena que, dependendo do pique, dá para conhecê-la praticamente toda em um só dia. Chegamos bem cedo no belo e moderno aeroporto de Praga e nos dirigimos ao centro da cidade (ônibus + metrô). Como ainda eram cerca de 10 horas da manhã e o check in era somente às 14:00, resolvemos dar uma volta.

Começamos em Wenceslas Square, uma bela praça bem no centro, que é cercada por prédio antigos e saimos andando à esmo. Depois de algumas horas andando pelas ruas, paramos para provar a típica sopa de goulash e tomar uma legítima Pilsen Tcheca. Depois de almoçar, já era hora do check in e nos dirigimos ao Fusion Hotel para nos hospedarmos. Por sorte um dos atendentes era Brasileiro e, ao ver que falávamos português, nos deu algumas dicas do que fazer na cidade nos 2 dias em que estaríamos por lá.

Sopa de Goulash

Sopa de Goulash

Na parte da tarde fomos até a Praça da Velha Cidade, uma grande praça rodeada por igrejas, castelos e outros edifícios imponentes. Ali se encontra o Relógio Astronômico que é bem famoso, mas na verdade não tem nada demais além da fama. Se estiver próximo da hora “fechada” ainda vale esperar para ver seu mecanismo funcionando, mas se faltar mais de 10 minutos e a intenção for continuar passeando, pode pular.

Depois seguimos pelas ruas estreitas da velha cidade até Ponte Carlos (Karlovy Most), que junto com o Castelo de Praga são as duas atrações turísticas mais famosas da cidade. Depois seguimos pela margem do Rio até a Ponte das Legiões (Most Legií), que dá acesso à uma pequena ilha que contem um parque e fica bem no meio do rio. Demos uma volta na ilha e atravessamos novamente para os lados da cidade antiga. A alguns metros da Ponte das Legiões fica o também famoso “dancing house”, um prédio com uma arquitetura diferentes que passa a impressão de movimento. Mas é outra atração que pode ser deixada de lado, a não ser por quem tem realmente muito interesse em arquitetura.

Old Town Square

Old Town Square

Já era noite e resolvemos voltar para o hotel, tomar um banho e ir fazer um happy hour no proprio bar (giratório) do hotel. Tomamos duas cervejas lá e fomos até o U Tří zlatých lvů  pois tinhamos lido em alguns blogs e sites que era uma boa opção para jantar na cidade, especialmente pela sua costelinha de porco. O restaurante não era tudo isto e nem a famosa costela era tão boa assim (pelo menos o imóvel abrigou Mozart quando este morou por um tempo na cidade). Teria sido melhor escolher algum lugar aleatóriamente, como fizemos com o Time Out pub: estávamos voltando para o bar do hotel quando passamos em frente uma escada que conduzia ao porão de um prédio e ouvimos uma bela voz feminina cantando modern jazz. Resolvemos arriscar e foi uma grata surpresa. Apesar do pub estar vazio (até a chegada da galera do pub crawl), ele era bem montado e decorado, o atendimento era bom e o trio de Jazz (voz, piano e violão) era muito bom. Ao perceber que éramos brasileiros fizeram inclusive um set com umas 4 ou 5 músicas brasileiras (Tom Jobim, Jorge Benjor, Gilberto Gil, etc) numa roupagem soft jazz. Como o bar virou uma zona quando a galera do pub crawl chegou (era impossível ouvir música, fazer pedidos, etc) e já estava tarde, resolvemos descansar para renovar as energias para o restante do passeio.

Ponte Carlos

Ponte Carlos

No segundo dia na cidade, depois de um café da manhã bem reforçado (com bacon, claro!), atravessamos novamente a Ponte Carlos e nos dirigimos até o Castelo de Praga. O acesso à pé ao castelo, por entre ruas, vielas e escadas, é cansativo (aconselho a pessoas com mais idade ou com algum problema físico a pegar um táxi), mas ao mesmo tempo interessante, principalmente pela beleza das antigas construções. O Castelo também é muito bonito e um dos mais legais que eu vi na Europa. A Catedral de San Vito, dentro do complexo do Castelo, impressiona tanto pelo tamanho, quanto pelas formas e detalhes. Depois do Castelo, fomos caminhando pelo parque Letná até um grande Biergarten onde se pode tomar uma cerveja apreciando a vista da cidade e do rio.

Castelo de Praga

Castelo de Praga

A única programação que eu tinha feito com antecedência era visitar a U Fleků, a cervejaria mais antiga da República Tcheca, e que eu havia visto em um guia de 10 bares a se conhecer no mundo. Não vou dizer que foi uma decepção total porque afinal de contas ainda é cerveja. Mas eu imaginava uma cervejaria que oferecesse uns 4 ou 5 tipos diferentes de cerveja, mas ela produz e vende exclusivamente um tipo de pilsen escura que lembra a nossa Malzbier. Ok, ao menos já tomei cerveja em 5 dos 10 bares da tal lista.

Voltamos para a região da praça da cidade antiga para procurar um lugar para continuar a noite e acabamos topando com a U Medvídků um misto de Hotel, Restaurante e Microcervejaria (esta já desativada, restando apenas os equipamentos como atração turística) que ai sim, servia algumas variedades da Budweiser (a original, não aquela porcaria que se faz nos EUA e que vendem como “premium” no Brasil), todas baseadas no estilo Pilsen, criado e desenvolvido na região. Além da carta de cervejas, o atendimento também era muito bom.

07 Praga - Republica TchecaJá meio alto com os 6 ou 7 canecões de cerveja que cada um de nós haviamos tomado, resolvemos voltar para o hotel, já que o vôo de volta à Berlin aconteceria cedo.

Apesar de pequena e de eu ter conhecido praticamente tudo na cidade, Praga é uma cidade em que, tendo a oportunidade, eu voltaria novamente.

Observações, dicas e considerações:

  • Alguns restaurantes oferecem Shisha em vários “sabores” (geralmente frutas). Shisha nada mais é do que o Narguilê, e não uma bebida, como pode-se imaginar ao ler o cardápio.
  • Ou seja, em vários restaurantes é permitido fumar, se não cigarro, ao menos a tal Shisha.
  • Os motoristas em Praga param em faixa de pedestre. Aliás, literalmente estancam quando vêm algum pedestre se aproximando, mesmo que estejam em alta velocidade.
  • Por outro lado, se você atravessar uma rua fora da faixa, eles vão acelerar o carro.
  • Algumas pessoas haviam me falado (e havia lido bastante à respeito) que o atendimento em praga era ruim, a ponto de ser mal educado. Não sei se foi questão de sorte, mas em todos os lugares por onde passei fui atendido com cortesia e educação.
  • Como disse, a cidade cheira a porco, já que a carne suina é praticamente a base de todos os pratos (outras opções locais são patos e peixes, mas em número bem menor de opções).
  • Em praticamente toda esquina de Praga existe uma banca assando o Trdlo, que é um pão típico da República Tcheca, feito com uma massa parecida com a do Pretzel doce americano e que é enrolada em torno de um cilindro, salpicada com açucar e canela e então assada sobre lenha. O formato lembra uma chaminé e pode-se pedir com algum recheio, tipo Nutella. Não deixe de provar!
  • Interessante a quantidade de bares, clubes e bandas de Jazz na cidade, de todos os estilos (desde dixieland até soft e modern jazz, passando por MPB, Fusion, Big Bands, etc). Tentei encontrar alguma informação que explicasse a razão mas não encontrei. Só me lembrei do filme “O Terminal” do Tom Hanks e imaginei que o país fictício de onde ele se origina (Krakozhia) foi baseado na República Tcheca….hehehe

Be happy 🙂

A Budweiser que presta!

A Budweiser que presta!

Castelo de Praga

Castelo de Praga

Catedral de San Vito

Catedral de San Vito

Castelo de Praga

Castelo de Praga

Castelo de Praga

Castelo de Praga

13 Praga - Republica Tcheca

Biergarten

Biergarten

15 Praga - Republica Tcheca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s