Top Top #9 – Estranhos Anos 80: músicas que fizeram sucesso na “década perdida”

Caralho! O Russo já era velho a 35 anos atrás!!!!

Caralho! O Russo já era velho a 35 anos atrás!!!!

Os anos 80 foram uma década atípica, especialmente para os Brasileiros. Enquanto o mundo todo passava por uma “ressaca” no que se refere à produção artística e cultural em geral (é só ver como surgiram coisas ruins, na música, no cinema, na arquitetura, no design. Lá fora foi simplesmente tudo péssimo!), no Brasil (como sempre atrasado!) o que se viu foi uma produção intensa, especialmente na teledramaturgia e na música.

Talvez por não ter sido tão influênciado pelos efeitos do pós guerra, que fez com que a produção cultural e artística das décadas de 60 e 70 fosse intensa nos países Europeus e nos EUA (ainda vou escrever um livro sobre isto!), e por estar ainda sob influência do regime ditatorial, os anos 80 é que foram profícuos na cena artística brasileira (será que tem área de especialização em música dentro da antropologia?…rs).

Se faz muita piada com muitas coisas que surgiram na cena musical da década de 80 e que, após estrondoso sucesso, foram jogados novamente à margem da grande mídia, mas, tire-se as roupas e/ou cabelos “estranhos” e a falta de recursos e oportunidades para adquirir instrumentos, produzir as músicas, divulgar, etc e o que você tem é um monte de gente talentosa, que produziu coisas anos luz do que se produz hoje em dia.

Resolvi reunir uma lista com algumas destas “pérolas” desta década tão estranha.

Sonho de consumo!

15 – Herva Doce – Amante Profissional
Representando várias bandas que usavam o humor como mote principal, como João Penca e os Miquinhos Amestrados, Inimigos do Rei, Dr. Silvana, etc. E não venham falar que eles eram ruins, que era tosco. Eles faziam a mesma coisa que, alguns anos depois, o Raimundos, os Mamonas, e outras bandas engraçadinhas faziam.

14 – Zero e Paulo Ricardo – Agora eu Sei
O Paulo Ricardo (e seu RPM) é chato pra caralho! Ainda bem que, neste caso, o Zero (que ainda continua na ativa!) salvou sua pele. Clássicasso da “decada perdida”.

13 – Marquinhos Moura – Meu Anjo Azul
Quem disse que o último castrati morreu no começo do século 20?……hahaha

12 – Katia – Qualquer Jeito
Apadrinhada do Rei Roberto Carlos. Eram umas músicas para cortar o pulso com faquinha de rocambole. Mas dentro do gênero, eram músicas boas.

11 – Radio Taxi – Garota Dourada
O Rádio Taxi era uma puta de uma banda, que contava com o Taffo, um dos maiores guitarristas da música brasileira. Pena que se empolgaram com este sucesso e “popzaram” de vez.

10 – Luan & Vanessa – Quatro Semanas de Amor
Po, era brega mas era legal a música vai! E era um dos sucessos nos bailinhos do ginásio. Depois da dupla eles se casaram e vivem juntos até hoje!

9 – Ritchie – A Vida Tem Destas Coisas
O britânico Ritchie fez grande sucesso no início dos anos 80 com o hit “Menina Veneno”, mas eu acho esta música mais legal (a versão do Ira! ficou mais legal ainda)

8 – Byafra – Sonho de Ícaro
Este foi outro clássico da década. E o Byafra batia cartão no “Qual É A Música?”

7 – Tunai – Frisson
Os mais novos devem se lembrar desta música na versão do Roupa Nova, ou da Elba Ramalho, mas ela fez um relativo sucesso na voz de seu autor, Tunai.

Anos80 3

Como será que fica com vodka?

6 – Vinicius Cantuária – Só Você
Esta é uma daquelas músicas que todo mundo conhece mas não faz nem idéia de quem seja o artista

5 – Uns & Outros – Carta Aos Missionarios
Uma das boas bandas de rock de apenas um sucesso que surgiram nos anos 80.

4 – Nico Resende – Esquece E Vem
Outro clássico dos bailinhos de colégio e das madrugadas nas rádios de motel.

3 – Jesse – Porto Solidão
Este cara era um baita cantor e este foi com certeza um dos hits que marcaram os anos 80.

2 – Dalto – Muito Estranho
Acho que esta música foi feita sob efeito de substâncias alucinógenas (“e se um dia eu chegar muito estranho/louco”), mesmo assim é uma baita canção.

1 – Egotrip – Viagem Ao Fundo Do Ego
Grande banda formada pelo mestre do baixo Arthur Maia, pelo fenômeno da bateria Pedro Gil (que desde os 13 anos já acompanhava seu pai, Gilberto Gil, e outros artistas em gravações e apresentações) e pelos ótimos Nando Chagas (vocal, teclado e guitarra) e Francisco Frias (guitarra e teclado). Uma pena que a banda encerrou suas atividades quando da morte do Pedro Gil, vítima de um acidente de carro.

Caberia muito mais coisas aqui e a lista iria ficar enorme. Mas deixem suas opniões nos comentários.

Be happy!!! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s