Arquivo mensal: fevereiro 2019

Dirk Gently’s Holistic Detective Agency – Douglas Adams (2/2019)

Em O Salmão da Dúvida e no Não Entre em Panico, duas biografias do Douglas Adams, explica-se um pouco de como ele costumava criar suas estórias. Basicamente ele criava pequenos contos, depois decidia onde iria encaixá-los (na série do Guia do Mochileiro, na série Dirk Gently, no Dr. Who) e depois ele costurava e ajustava estas pequenas estórias para o contexto do “pano” onde este retalho deveria se encaixar.

Dirk Gently’s Holistic Detective Agency é o primeiro livro da série Dirk Gently, que acabou tendo apenas dois livros. O terceiro seria o Salmão, que foi compilado postumamente à partir destes pequenos textos, alguns inacabados. Esta característica de diversas estórias costuradas é bem visível neste livro.

O pano de fundo é o assassinato de um milionário da indústria de software e à partir dai, as várias histórias são ligadas, sempre com aquela pitada de humor inglês característica de Adams. Como não podia faltar, o livro também tem ciência, misticismo, filosofia. Achei este um pouco confuso e demorado pra “pegar” um clima legal, especialmente porque uma das linhas (Eletronic Monk) acabou não se encaixando muito bem nesta colcha de retalhos.

Talvez isto tenha sido causado pelo fato de ser o primeiro dele que eu leio em inglês. Ou pela inevitável comparação com a série do Guia (que pretendo reler em inglês). Ainda assim é um Douglas Adams, e repetindo o que disse no texto de E Tem Outra Coisa…, foi um gênio que infelizmente nos deixou cedo demais.

Be happy 🙂